top of page

A descarbonização e o hidrogênio no Brasil



País pode se posicionar como exportador de commodities de baixo carbono, além de agregar valor à sua balança comercial e beneficiar reindustrialização mais sustentável, analisa Carlos Peixoto


Já se vê pouca resistência às evidências científicas quanto aos impactos dos Gases do Efeito Estufa (GEE) e sua influência na crise climática [1]. Somos bombardeados por notícias de eventos climáticos extremos por toda parte, como sejam enchentes, quebras de safra, ondas de calor e frio, elevação do nível do mar, perdas das geleiras, queimadas, etc.


Também já é do domínio público o conhecimento que tal situação tem sua causa principal na ação humana, decorrente do desenvolvimento econômico desordenado e da exploração dos recursos disponíveis em velocidade incompatível com a capacidade de recuperação natural dos biomas terrestres.


Comments


bottom of page